• +55 (11) 2681-7437
  • comercial@lrmmetrologia.com.br

A CALIBRAÇÃO DEVE SER:
ACREDITADA, RASTREADA OU REMESP?

Os Laboratórios LRM Metrologia têm recebido de seus clientes questionamentos frequentes sobre a diferença de Acreditada, Rastreada ou REMESP Percebemos que existe uma grande confusão entre os termos, então vamos tentar esclarecê-los da melhor forma possível.

- Calibração Acreditada: A calibração Acreditada ou RBC como conhecida no mercado possui reconhecimento pelo INMETRO e alguns órgãos internacionais. O selo constante no certificado de calibração (vide abaixo) evidencia que o laboratório pertence a “Rede Brasileira de Calibração”. Desta forma não é necessário evidenciar rastreabilidade de medição e nem a eficiência do método de calibração utilizada pelo laboratório, pois o INMETRO representado pela CGCRE já avaliou e executa avaliações periódicas conforme a NBR ISO IEC 17025.

Logomarca para Laboratório de Calibração Acreditado pelo INMETRO

Todo Laboratório Acreditado pelo INMETRO possui um número de Acreditação e um Escopo de Serviço Acreditado. Estas informações podem ser encontradas no site do INMETRO (www.inmetro.gov.br).

- Calibração Rastreada: A Calibração Rastreada não possui o reconhecimento do INMETRO e, portanto não contem o selo de Acreditação. São calibrações que mantêm a cadeia de rastreabilidade de medição fechada até padrões calibrados por laboratórios pertencentes à RBC e têm seus métodos desenvolvidos internamente, sem a Acreditação do INMETRO. É necessário evidenciar a rastreabilidade da medição e o método de calibração. Para esse tipo de calibração, o laboratório é obrigado a disponibilizar tais evidencias aos clientes. Para o atendimento do item 7.6 da Norma NBR ISO 9001 a calibração rastreada atende a todos os requisitos metrológicos exigidos.

Mas como funciona na prática?

Ao mandarmos um equipamento calibrar em um laboratório pertencente à RBC, o INMETRO já garantiu a rastreabilidade em suas avaliações, e uma logomarca (acima) do INMETRO ser apresentada no Certificado de Calibração com o número de Acreditação.

No caso de mandar calibrar um equipamento em um Laboratório não pertencente à RBC, Calibração Rastreada, o Laboratório contratado deve disponibilizar a cópia do padrão utilizado na calibração “Rastreabilidade da Medição”, e o usuário ou cliente deve anexar ao Certificado de Calibração do Equipamento, desta forma demonstrando a comprovação ou evidencia objetiva da rastreabilidade.


- EXEMPLO:

Um cliente enviou uma balança para calibração rastreada, atendimento ao “Sistema de Garantia de Qualidade NBR ISO 9001 item 7.6”.

Após a calibração o Laboratório Contratado deve enviar o Certificado de calibração, disponibilizar a Rastreabilidade do Padrão utilizado, neste caso deve ser utilizado um Jogo de Pesos Padrão.

Assim quando o cliente passar por auditoria e o auditor solicitar a evidencia de calibração e rastreabilidade, será apresentado o Certificado de Calibração e a rastreabilidade do Jogo de Pesos Padrão utilizado.

- CALIBRAÇÃO REMESP: Criada para ser uma alternativa à calibração RBC, a calibração reconhecida pelo “Grupo de Calibração REMESP” vem ganhando espaço nacional na cadeia de fornecimento automotivo.

Os clientes certificados na norma ISO TS 16949 e sua cadeia de fornecimento possuíam três opções para controlar seus instrumentos de medição:

1°) Calibrar com RBC,

2°) calibrar com rastreabilidade internacional desde que não disponível na RBC e que o país pertença ao “Acordo de Reconhecimento Mútuo do INMETRO”.

3°) Solicitar uma carta de derroga do cliente final para realizar calibração rastreada a RBC.

É desnecessário dizer que no Brasil não existe laboratório Acreditado para 100% dos serviços RBC, portanto o cliente era obrigado a utilizar os serviços da opção 2, 3 ou diversos laboratórios Acreditados.

Os custos administrativos são enormes e o cliente se vê obrigado a lidar com diferentes padrões de atendimento, além das dificuldades de logísticas e disponibilidades de instrumentos intermináveis.

Já a rastreabilidade internacional, os custos envolvidos são excessivamente altos, além dos prazos envolvidos inaceitáveis.

Foi então que a REMESP com um grande volume de derrogas para serem avaliadas e emitidas, além das muitas já circulando pelo mercado, tomou a iniciativa de criar um grupo de avaliação com base na norma NBR ISO IEC 17025 para emissão de uma derroga única, desta forma nascia o “Grupo de Calibração REMESP ”.

Em vias de regra a “Carta de Reconhecimento do Grupo de Calibração REMESP é um comunicado ao mercado de que o laboratório de calibração foi avaliado e esta apto a realizar calibrações para toda a cadeia automotiva, seus fornecedores e sub fornecedores.

Com esta atitude o mercado de calibração ganhou mais agilidade passando a contar com mais um serviço de grande confiabilidade.

Atualmente as redes Metrológicas Estaduais são responsáveis pelas avaliações dos laboratórios de calibração, tendo como critério de avaliação e aprovação a utilização da NBR ISO IEC 17025 e os requisitos específicos do INMETRO.

Sistemática utilizada para Acreditação de laboratórios RBC / RBLE.

Há quem pense que o INMETRO e REMESP são organismos muitos distantes, de fato existe certa lacuna entre eles, mas no intuito de preencher este vazio, um dos requisitos bem definido do regulamento da REMESP , é que uma vez que um laboratório tenha seus serviços aprovados pelo “Grupo de Calibração REMESP”, este tem um limite de 02 anos para Acreditar tal serviço na RBC.

“Desta forma após a concessão da Acreditação, fica o laboratório proibido de fornecer serviços rastreados nas faixas, escalas e capacidades que o laboratório for Acreditado”.

Sendo assim conclui-se que a REMESP é uma base preparatória para o laboratório buscar as concessões de Acreditação do INMETRO.

Devido à grande diversidade de instrumentos e grandezas ainda não Acreditadas pelo INMETRO, se você cliente mesmo com as três opções apresentadas neste texto não encontrar prestador de serviços de calibração para seu instrumento especifico, ainda existe a possibilidade de recorrer à própria norma, onde a mesma apresenta à alternativa, por exemplo, de recorrer à utilização de calibração de fabricantes desde que as mesmas sejam autorizadas pelo cliente.


Estamos à disposição para maiores informações que se façam necessárias.